Eu confesso: ...

Baronesa, eu confesso que: isso.
Gil. - RJ
_______________________

Ai, linda. Eu confesso que ... Eu também!
Beijo da Baronesa













Quer mandar mandar um relato, pergunta ou sugestão aqui para o Blog?
Escreva e-mail para baronesahungara@gmail.com

Eu confesso: Masturbar tarados me excita


"Desde adolescente gosto de bater punheta em homens. Aprendi com primos. Tomei várias surras do meu pai por isso quando alguém contava algo que viram no colégio. Até que um dia peguei ele batendo punheta olhando um filme no computador. Daí ele nunca mais me falou nada. Hoje sou independente, e gosto de fazer isso com motoristas de taxi e homens mais velhos nos parques".


Raine - RS



______________________________________

Quer mandar mandar um relato, pergunta ou sugestão aqui para o Blog?
Escreva e-mail para baronesahungara@gmail.com

Eu confesso: Flagrei meu namorado com um homem. E gostei!

"Cheguei na casa dele e ele demorou pra abrir a porta. Fiz a volta e entrei pelos fundos que eu sabia o jeito de abrir. Achei que ele estava com outra mulher, e ia brigar feio com ele. Mas ele estava sendo comido por um cara que não conheço. Fui embora chocada, ele nem me viu lá. Terminei. Depois pensei, gostei, e tô pensando em voltar com ele e deixar ele curtir outros homens também. O que você acha Baroneza"?
Raquel - PR


Lindinha, acho que vocês tem é que serem felizes. Curtam a vida e o amor. Se amem, dêem para quem quiserem dar. Quem sabe a vida não fica até mais gostosa nesse país em que tudo que nos restou foram os prazeres do sexo!
Beijo
Baronesa

Dualidade



Grosso. Cretino. Puto.
Toma aí a merda do meu numero de telefone. Tenho as tardes de sexta livres. E não olhe mais na minha cara.



Tão meu estilo





Adorei esse Gif. Me representa tão bem!



A tradição da família da Gia

"Foi com dona Gia que eu perdi a virgindade. Mas não foi sozinho, uns três moleques da minha idade estavam juntos, aguardando a vez de deitar entre as pernas daquela jovem senhora, na época de uns 35 anos. A filha, que tinha uns 11 ou 12 anos, era colega minha de escola, e da maioria dos meninos que perdiam a virgindade com a bela mãe dela. Nunca ninguém soube sobre o pai dela, se mudaram sozinhas pra cidade, ao que parece, tinham uma boa vida, sem luxos, mas bem tratadas e davam sempre uns trocados para os moleques manterem o quintal aparado, e o muro pintado. Os mais sortudos, acabava na sala, no colchãozinho que já conhecíamos, mandando ver na dona Gia,
Pelo menos uns 10 colegas meus tiveram essa mesma experiencia, e apesar disso, a filha nunca sofreu constrangimento ou preconceito na escola. Naquela época parecia diferente.

Foto da Internet - Apenas ilustrativa
Dia desses encontrei a filha pelo Fecebook. Aqui vou chamar ela de Mariza. Ela está na mesma faixa de idade de sua mãe quando me tirou a virgindade, e depois de adicionar e conversar, terminamos marcando um barzinho, que terminou em motel. Sim, a filha seguiu a tradição de ser bem fogosa como a mãe. Descobri que ela sempre soube de tudo, que apesar dos hábitos diferentes teve uma excelente mãe, e que as duas curtiam isso. E que inclusive já transaram juntas com alguns homens!

Juntas, as duas iniciaram quase uma centena de garotos, e se orgulham disso. Mas foi quando Mariza me contou que tem um casal de gêmeos, de 13 anos, que me deu uma curiosidade enorme de perguntar se a filha seguiria a mesma tradição. Pelas fotos que vi do Facebook, parece que sim! 

Nessa hora me pergunto: São todos felizes e muito saudáveis. Mariza é contadora, a mãe uma senhora de muito respeito, e os filhos todos felizes. Será que hoje em dia somos mais conservadores do que éramos anos atrás? Não sei mesmo. Mas se o destino tivesse sido diferente, eu talvez quisesse ser casado com uma mulher como ela."
Bruno - PR


_______________________________________



Obrigada querido, pelo seu relato. Eu já conheci pessoas com esse fetiche, muita gente manda mensagens assim aqui para o Blog. É mais comum do que parece, acho que toda a cidade pequena tem uma "Dona Gia" para a alegria dos meninos adolescentes. Risos. Eu era uma versão infantil dessa senhora.
Beiio da Baronesa!

______________________________________

Quer mandar mandar um relato, pergunta ou sugestão aqui para o Blog?
Escreva e-mail para baronesahungara@gmail.com

Um de meus sonhos de consumo

Enquanto não tenho meu pet amoroso real, esse tem sido meu sonho de consumo. Mas não se acha isso em lugar nenhum!
Mas pelo tamanho, terei que começar só pelo bumbum, acho que não aguento pela frente.


Voltando à Infância!


Confissão da Baronesa!

Eu confesso que de vez em quando invado o quarto da minha menina que já não dá mais bola para suas Barbies, quando ela não está em casa. Ou mesmo quando está, mas distraída com outra coisa. 
Eu adoooooro pegar suas bonecas e me sentir criança novamente, brincando como fazia quando era menina! A vantagem é que hoje em dia é bem mais fácil, e ainda mais gostoso. E aprendi a não estragar as bonecas como estragava antes! rsrsrsrs

Beijos da Baronesa!



Procura-se uma Esposa

"Pode ser uma namorada, ou uma noiva. Mas que no futuro deseje ser a esposa de um homem que apoia sua entrega para outros homens, e se tudo fluir, entregar-se junto comigo. Sul do Brasil, homem muito bonito, faixa dos 30 anos, é o que sou e posso oferecer. Uma esposa como Baronesa Hungara sempre foi minha utopia. Quem sabe por aqui eu encontre uma pessoa como sonho. Que possa viver como nas imagens que mandei. Obrigado Baronesa."
Henrique - RS

 Contatos através dos comentários e para o email do blog, que eu repasso para o leitor.
baronesahungara@gmail.com



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...