Esse tipo de mulher

Esse tipo de mulher que todos querem comer, somente os escolhidos podem, e somente um homem pode amar: Me orgulho de ser.



7 comentários:

  1. Parabéns por ser esse tipo de mulher!!

    Descobri esse blog a pouco e já li quase tudo aqui, muito bom! Que todos realizem seus desejos e sejam felizes!!

    ResponderExcluir
  2. O prazer em amar uma mulher assim - que tenho -

    é sem fim.

    ResponderExcluir
  3. Excelente blog. Sempre acompanho. Skype:donjuan_31@outlook.com

    ResponderExcluir
  4. O Mito - Carlos Drummond de Andrade

    ResponderExcluir
  5. Minha esposa só curte pauzudo e gosta de sair sozinha, sem a minha participação, pois ela diz que assim os caras se soltam mais e ficam loucos de tesão, pois ela se apresenta como uma casada safada que só quer uma aventura.
    Todos acabam confessando que a fantasia deles é que as esposas deles fizessem o mesmo que minha esposa.
    São quase duas horas ( tempo da estadia no motel ) de sexo o tempo sem parar...

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi a minha esposa comentar com uma amiga que também gostava de participar numa menagem masculina, comigo e outro homem, pois essa amiga é praticante com o marido e afirma que ambos gosam de um enorme prazar. A minha esposinha dizia-lhe que se eu estivesse de acordo, da parte dela não se importava, até mesmo numa troca de casais, seria a forma de sentir uma pica diferente penetra-la. Dizia também que nunca me falou em semelhante assunto com receio da minha reacção. Ela desconhece que ouvi a conversa, nada lhe disse, mas fiquei indeciso sobre que atitude tomar. Evidentemente que posso fingir que não ouvi a conversa com a amiga, esperando que a minha esposa diga alguma coisa, mas poderá nada dizer e cornear-me sem eu saber. Outra ipotse é durante uma das nossas transas, preguntar-lhe se gostaria de exprimentar dois homens na cama. Não sei se consigo reparti-la com outro homem ou se será mais facil, para mim, aceitar uma troca de esposas. A amiga com quem dialogou agrada-me, falta saber se o marido lhe agrada a ela.

    ResponderExcluir
  7. Depois de ouvir o comentário da minha esposa com a amiga Luisa, meditei durante 2 ou 3 meses, esperando que ela abordasse o assunto e como nada disse, resolvi aproveitar um momento em que ambos transavamos muito excitados, para lhe dizer o que tinha ouvido. Ela não negou, mas afirmou ser apenas uma fantasia, idêntica á da grande maioria das mulheres, algumas das quais traem os maridos para as concretizar, ela nunca teria coragem de uma traição, contudo se fosse comigo não se importava. Perguntei-lhe de seguida o que preferia, uma menagem ou uma troca de casais. Mais uma vez respondeu prontamente, afirmando que a sua principal fantasia era ter 2 homens na cama, no caso de eu concordar. Numa troca de casais continuaria a ter apenas um homem. Na verdade não estava preparado para repartir a minha esposa, razão porque durante mais alguns meses dialogamos sobre um tão melindroso assunto. Certo dia a amiga Luisa sugeriu á minha esposa que não se importava de fazer uma menagem comigo e com o marido e posteriormente a minha esposa fazer com o marido dela e comigo. Já havia falado com o marido e ele estava de acordo. Seria realmente uma troca de parceiros, mas duma forma diferente. Novamente fiquei indeciso, porque intimamente desejava possuir também a Luisa, mas ela e o marido já estavam habituados a trocar de parceiros e eu era a primeira vez que iria ceder a minha esposa, ver ela ser fodida por outro homem. Foram necessárias mais algumas semanas a falar com a minha esposa para decidirmos. Da parte dela não se importava que eu fizesse uma menagem com a Luisa e o marido, de nome José, como aceitava depois a menagem comigo e com o José, pois a Luisa já lhe havia confidenciado que marido tinha num pénis bastante avantajado e ela desejava exprimentar. Assim ambos decidimos seguir em frente. A primeira menagem seria a Luisa comigo e com o marido, em casa deles. Na tarde do dia aprazado, quando cheguei á casa deles, estavam ambos na sala, beijando-se e, com a Luisa vestida apenas com um robe, semi transparente, que nada ocultava dum corpo tão sex que fiquei deslumbrado. O José vestia também um robe de seda e eu sentia-me deslocado vestido como estava, embora por pouco tempo. Levantaram-se, dirigiram-se para o quarto, fazendo sinal para os acompanhar. Ambos despiram os respetivos robes, ficando nus e eu segui-lhe o exemplo despojando-me também das minhas roupas. Verifiquei que o José tinha realmente um pénis fora do normal, teso como estava devia medir mais de 20 cm, portanto maior que o meu que tem apenas 17 cm, que também estava bem rijo. Com a Luisa já deitada na cama e o marido chupando-lhe os bicos dos seios, foi ela quem me chamou para entrar na festa. Comecei por lhe beijar a lisa barriguinha, até ao umbigo, onde me detive, descendo até ao meio das pernas sem lhe tocar na cona, continuando pelas coxas. Ela gemia e arqueava as ancas, Foi então que cheguei aos seus rosados lábios vaginais e ao clitóris. Ela, com ambas as mãos, puxava a minha cabeça de encontro a cona, enquanto chupava a verga do marido. Que delicia de cona, escorria de tesão. De repente gritou que estava a ter um orgasmo. Foi o marido que me indicou para a penetrar, pois ele continuava a ocupar-lhe a boca. Nunca havia pensado que um marido indicasse para lhe foderem a esposa. Não me fiz rogado e coloquei uma camisinha. Ela levantou as pernas para encachar melhor. Seguidamente trocamos, foi ele penetra-la, esporrando dentro. Não irei descrever tudo quanto se passou, mas foi uma tarde sexo maravilhosa, a Luisa gozou loucamente e nós também, não faltando a DP, comigo a meter no cuzinho.
    Na próxima contarei a menagem com a minha esposa

    ResponderExcluir

Cada comentário contribui para a vontade de postar mais, e melhor. Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...