O professor que me 'protegia'.

A primeira e maior lição que aprendi sobre os homens ou boa parte deles, veio de um professor. Quando o vice diretor de minha escola primária descobriu as brincadeiras que aconteciam no pequeno bosque nos fundos do colégio, passou a me vigiar o tempo todo. Saber que os meninos faziam verdadeiras filas para brincar no bumbum daquela menina que mal sabia o que estava fazendo, mas adorava ir pra casa escorrendo de um grupo enorme de garotos, realmente incomodava muito o professor.
E foi por isso que diariamente ele me interpelava, e fazia questão de conferir se eu não tinha andado com os garotos.
Só que o que ele não sabia, era que não adiantava procurar ali, na frente. Era por trás que eu gostava de receber o furor da visita dos pintos duros dos colegas e vizinhos que apareciam por ali.
Sorry, teacher!



5 comentários:

  1. Não suma você faz, muita falta ��

    ResponderExcluir
  2. Também fui muito 'protegida' e adorava!

    ResponderExcluir
  3. Pelo menos ele tentou ajudar.... e de certa forma, foi sortudo...
    Que esse Natal seja tempo de renovados delitos amorosos.
    Desejados e cumpridos..que tudo seja maravilhoso, lindo....
    E que o meu e teu blog sejam fontes permanentes de alegrias e prazer...

    ResponderExcluir
  4. HAUHAUHAUHA Muito bom. HAUHAUHA Não será ai que reside a resposta de porque algumas mulheres gostam de anal e outras não? Estou pensando aqui... Oras... Meninas na infância com medo de engravidar, dão o rabo... E por isso são mais acostumadas a levar pica no rabo. HAUHAUHAUHAUHA

    Beijão Fêmea levada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No meu caso nem foi por medo de gravidez, foi por facilidade mesmo, na frente doía mesmo estando relaxada por isso era difícil introduzir os 'brinquedos', já atrás se estivesse a vontade era tudo de bom.

      Excluir

Cada comentário contribui para a vontade de postar mais, e melhor. Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...