Icesto ou Liberalidade Sexual?

Gente, eu recebo muito e-mail que não dá pra publicar, até por não ser a proposta do contato. Mas o assunto se repete bastante, e eu fiquei curiosíssima com isso, pois notei que é bem mais comum do que parece.
Muitas mães sentem não só prazer, mas também preocupação e vontade de se abrirem mais com suas filhas na sexualidade. Desde as fases mais jovens, até a maturidade completa.
Eu acho completamente recomendável se respeitar as fases do desenvolvimento com suas características, sem causar influências ruins que possam atrapalhar o entendimento peculiar de cada fase.
Mas uma das coisas que acho mais importantes, é manter cada coisa no seu lugar. Cada idade na sua idade, e cada informação adequada à capacidade de entendimento da fase correspondente.
Todas as pessoas tem sexualidade em todas as idades, mas não se pode confundir isso por erotização, né? Fugir da natureza de cada etapa é sim um abuso grave, que pode gerar consequências horríveis para uma pessoa no futuro.

Agora, tem a parceria, né? Não vejo NADA ERRADO em uma mãe e uma filha serem companheiras, amigas, e compartilharem segredos quando estão prontas e maduras para isso. Acho que as pessoas precisam ser felizes, terem uma boa condição social, emocional psicológica e sentimental. Desde que nada atrapalhe suas funções na sociedade, na família, e nas crenças de cada um, o prazer é a lei maior!

E não tem nada errado também em pensamentos fantasiosos, como alguns que recebo. Só não se pode colocar tudo que se tem vontade em prática, pois fantasia é fantasia. Precisa respeitar a realidade e suas possibilidades!

Então, o que digo é que SIM, respeitados os limites legais, acho lindo amor e prazer entre familiares, seja como for. Envolva diretamente ou não o sexo.

11 comentários:

  1. Olá. Boa noite. Gostaria de saber o que acharia de uma mãe e um filho terem relações sexuais, desde que consentidas e bem aceitas por ambos?

    E quais tipos de conselhos você sugeriria para uma mãe que sente tesão no filho e sente que ele corresponde à isso, mas tem receio de se abrir? Que tipo de sedução seria aconselhável, excitante, que pudesse aproximar mãe e filho para se tornarem parceiros de cama? Alguma de sedução? Tipos de roupas ou algo que criasse um clima de erotização entre mãe e filho? Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou fã do blog da baroneza, e tenho uma relação de amor quase conjugal com minha mãe. Tenho 22 anos, minha mãe tem 39. Meu pai faleceu quando ela estava grávida, e a gente viveu uma vida normal até meus 17 anos. Eu sempre morri de ciúme dos namorados dela, até um canalha trair e abandonar ela, quando ela finalmente se deu conta que amor de verdade era o meu. Eu acho que não tem isso de sedução no caso de mãe e filho. É declarar o amor sem proposta nenhuma, nem muita palavra. É ação no momento certo. Filho pra mãe não tem safadeza como muitos pensam e dizem aí, é só amor mesmo, muito amor. E com o amor vem tudo que vem depois. Esses papos de safadeza acho que são até mentira.

      Excluir
    2. Ai, querido, que pergunta cabulosa heim!
      Eu sou muito do amor livre, seja entre pai e filha, filho e mãe, mãe e mãe, pai e pai, não sou contra nada. Desde que todos fiquem felizes e não façam nada que prejudique alguém, como disse o outro rapaz. Meu negócio ´não é bem esse, eu sou uma mulher que sente prazer em trair, como posso julgar os outros, né?
      Acho que o rapaz que respondeu ali disse bem, tem que ser natural. Não sei se tem que rolar sedução.

      Excluir
    3. Não tem muito essa de sedução, se é consentido logo os dois já sabem da atração. Só se mostre afim que se ele também estiver, certamente vai te traçar.
      Perdi meu "cabaçu" pra minha mãe quando eu tinha 16, mas foi tranquilo por que nós já sabiamos há muito tempo da atração que tinhamos um pelo outro. Anos antes, eu vinha com sérios problemas de auto estima por causa de uma série de fatores como não ter pessoas que gostassem de mim e etc. Minha mãe tentou me ensinar a beijar... passou um tempo e ela viu que eu não tinha posto em prática, e ela mesmo tomou a ação. Ficamos meio que envergonhados mas gostamos.

      O que facilitou era que meu pai era um cuzão que só sabe pensar no trabalho (dono de oficina autorizada de motocicletas) e em putas e nos dava muita dor de cabeça com bebedeiras.

      Ela sempre me dizia que eu tava ficando O macho da casa, elogiava minha voz que estava ficando grossa, dizia que gostava de sentir meu cheiro quando eu voltava do futbol com os amigos. Antes não imaginava tanto passar da fase beijos... mas uma hora essa fronteira seria ultrapassada.
      Meus pais haviam estado brigando/discutindo por alguns dias por causa de umas contas qualquer, em um desses dias ele chegou morto de bebâdo (ou talvez tenha cheirado alguma dessas merdas que vendem por aer) muiito depois do jantar e já tava no meio da supercine. Sorte que quando ele está nesses estados ele não é agressivo e sim uma especíe de retardado, a mãe queria fazer um acerto de contas com ele mas não conseguiu nada (ele se deitou e dormiu um sono, só acordou depois do meio dia seguinte,domingo) , e acabou voltando pra assistir ao filme comigo.
      Conversamos um pouco (sobre o quão idiota o pai era) e acabamos indo aos beijos. Paramos um pouquinho, não conversamos, mas sabiamos o que queriamos. Desligamos a TV (a luz já estava apagada) e a coisa toda aconteceu.

      Após ter entrado na universidade tive quatro namoradas (a atual pretendo pedir em casamento um dia), a mãe sempre pergunta se elas são/eram melhores que ela (isso inclui na cama). Sempre tento dar uma resposta vaga. Até por que ela não me responde se minha irmã é mais que minha “irmã”. De qualquer forma não estou muito interessado em saber, uma vez que meu pai tomou jeito e rumo; e também apesar de não fazermos mais “aquilo”, as coisas estão boas como estão.

      Excluir
    4. hahah!
      olhando essa imagem aí já imaginei outra coisa! A filha e a mãe esperando o papai em casa depois que o Ricardão já foi embora! SUA VEZ, PAPAI, MAMÃE TÁ COM O QUE É SEU! hehehe

      Excluir
  2. Ótimo, uma porta aberta com palavras dizendo : não, sexo não é feio, feio é em tempos tão velozes e furiosos continuar a mentir, não ver, ou muito menos negar...parabéns !
    blog merece o selo abridor de tampas encalacradas.
    Baronesa você é uma delícia completa...
    vida imensa de alegrias e paz !
    abraços e beijos extraterrenos nas gerais !
    mou < : )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço muito, querido, fico feliz de poder conversar com as pessoas sobre fantasias e experiências não convencionais, sabe? Tem muita hipocrisia rolando nesses assuntos todos, ninguém gosta de enfrentar a verdade como ela é.

      Excluir
  3. Este é um assunto que me dá muito tesão! Transei algumas vezes com minha sobrinha em nossa adolescência, quer dizer ela era adolescente, 15, eu já tinha 21. Mas é como você disse deliciosa Baronesa, há muita hipocrisia em nossa sociedade, adorei os relatos acima com filhos se relacionado com suas mães, é a variação do incesto que mais me atrai. Adorei seu blog e peço que estes assuntos sejam sempre abordados para troca de experiência e relatos. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Finalmente encontro um lugar onde a intolerância e o preconceito não existem

    Não existe incesto, existe AMOR e PRAZER na mesma carne e sangue.
    Sou o homem mais feliz do universo em ter minha linda filha e minha sobrinha em companhia da minha vida. Somos um trio feliz, que busca unicamente amor, prazer e união

    Desde que minha filha nasceu eu sabia que ela iria proporcionar isso em minha vida. Ela é linda, meu deus, como eu a amo.

    Estou CANSADO de todo o preconceito que recebemos, e ver esse blog com o tema, tão bem montado, chega me emocionar !

    Continue com esse belissimo trabalho, e mais e mais toque nesse assunto !

    ResponderExcluir
  5. Reconheço não ser natural o meu pensamento. A minha mãe é divorciada desde á 2 anos. Tem 38 anos mas aparenta menos idade. Eu tenho 16 e sinto enorme tesão pela minha mãe, masturbando-me e pensando, no momento, que pratico sexo com ela, tentatarei contudo evitar que ela perceba o que sinto, assim como também nunca tomarei qualquer iniciativa, noentanto ficaria imensamento feliz se tivesse da parte ela algum sinal que me aceitava para algo mais intimo. Ela sempre tem afirmado não ter qualquer namorado e que não tenciona casar novamente, mas em determinados dias sai de casa vestida de uma forma bastante sex. Diz que vai ter com amigas. Não sei se serão amigas ou se irá encontrar-se com algum homem, pois na sua idade certamente que terá bastante necessidade de sexo. Fico sempre com ciúmes, imaginando a minha mãe, em algures, toda nua, gosando nos braço de alguém. Já pensei em segui-la para me certificar se realmente os seus encontros são com amigas, mas tenho receio de descobrir que as supostas amigas ser realmente algum homem.

    ResponderExcluir
  6. acho lindo uma amor entre pais e filhos entre irmãos entre tios(ias)e sobrinhas(os) acho que essa palavra incesto ate eu gosto mas isso que todos aqui adoram é amor puro e singelo e mais conservador e mais seguro continuem assim fazendo todos felizes e sem preconteito e PARABÉNS Baroneza com esse trabalho lindo onde ajudaa todos nos !

    ResponderExcluir

Cada comentário contribui para a vontade de postar mais, e melhor. Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...