E Pensar que Eu...


Com meu pequeno e frágil corpo

Deixo o dele assim, cansado, terminado e acabado.

Nasci pra isso.

Eu confesso! (recebido de seguidor)

Relato encaminhado para nosso e-mail, pelo amigo que prefere ficar anônimo, para o e-mail!
Quer mandar o seu? baronesahungara@gmail.com

"Oi baronesa, sou muito fã do seu blog e gostaria de enviar uma confissão que até hoje nunca dividi com ninguém:
 


Já descobri uma traição da minha esposa com um amigo e não disse nada, como sempre tive vontade de ser corno aproveitei a oportunidade para ficar mais amigo do cara e o convidei muitas vezes para assistir jogo aqui em casa conosco, no intervalo ia tomar banho e batia punheta imaginando os dois se pegando na sala. Eles já se afastaram e nunca comentei nada com ela, mas as vezes ainda me masturbo pensando neles...

Não divulga o email, por favor!
Beijos!"


Eu não saberia amar

Eu não saberia amar um homem que não fosse um objeto.



Nem sentir tesão por um homem que não me corrompe.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...