O Quanto Sou Infiel?


Um leitor do Blog veio me perguntar por e-mail (pelo baronesahungara@gmail.com), até que ponto eu sou infiel. E desde quando.


Bom, tenho algumas respostas pro amigo G.L., que pediu pra não ser identificado:


Eu sou infiel até quando me masturbo. Pois me masturbo pesando sempre em outra pessoa, nunca com a que estou ou que eu amo.


Sou infiel quando me visto, pois procuro estar com a roupa certa para ser fácil de tirar quando quer que tenha oportunidade de transar com alguém.


Teria sido infiel ao ponto de ajudar minha mãe com seus amantes, e se ela quisesse, teria dado para eles também, junto com ela. Pena que minha mãe não tinha.

 
 Sou infiel desde sempre, ao ponto de que quando bem mais nova, quando dormia na casa de uma amiga, num colchão na sala, gostava de dormir assim como nessa foto, pra ver o pai dela levantar várias vezes na madrugada só para passar por ali e me ver. Uma vez escutei ele transando no quarto logo depois.



Eu sou infiel ao ponto de saber que meu corpo traz nele o poder da tentação, do prazer e da perdição. E gosto de usar isso em todas as formas possíveis.
 





Respondendo à Provocação do Ulisses


Gosta de provocar, Ulisses? Achei essa daqui, dela também. E temos nossas semelhanças mesmo. A diferença é que essas brincadeirinhas com as da sua foto e da desta aqui, é que eu tinha a metade da idade dela quando brincava assim! ;-)







PROVOCANDO A BARONESA!


A Baronesa anda sumida, eu não tenho nem notícias. Mas já que tenho status de "postador" aqui também, vou provocar essa devassa desaparecida!

Essa aqui por acaso não é sua filha, Baronesa? É a cara dela! hahahah
(E pelo visto herdou seus hábitos e talentos também! heheh)




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...