Baronesa responde: "Eu sou virgem, mas gosto de chupar. Isso é perigoso"?

Temos uma nova seguidora no Blog, que parece cheia de dúvidas e questões. Mas vou responder apenas as principais, tá Rafa?
A Rafaela é do RJ, não disse a idade dela, mas conta que ainda é virgem, mas que viveu algumas experiências incomuns para meninas inexperientes. Conta também que no começo deste ano, um professor de educação física, que ela sempre achou lindo na escola dela, a convidou para sair, e que depois de um pub, foram parar no apartamento dele, onde tentaram fazer sexo.

Na tentativa de penetrar, ela confessou que era virgem, e por causa da dificuldade, desistiram, mas ele insistiu para que ela fizesse sexo oral nela, e pela primeira vez na vida, ela fez.

Mas não parou por aí. Rafaela disse que passou a adorar fazer, e que depois da experiência, teve várias situações em que chupou outros rapazes, em baladas, na praia.

 A Rafinha disse que chega a propor isso para os rapazes mais tímidos, pois sente tanto prazer com isso, que não tem vontade de ser penetrada, só sentir-se bolinada e sentir os jatos de gozo dos rapazes, e que se masturba muito lembrando de tudo depois.








 Pois é, Rafaela, eu posso dizer pra você que conheço bem essa história, vivi coisas muito parecidas, e acho que era mais nova que você, embora não saiba sua idade. Mas vou focar nas suas questões, e em alguns detalhes, tá? Preste atenção, pois vou te dizer coisas muito importantes.

1 - É normal gostar apenas de chupar?
- Não existe "normal" na sexualidade. Existem preferências. Mas acho que você pode experimentar as coisas, talvez seja positivo pra você tentar se relacionar de forma mais plena, desde que seja mesmo sua vontade. Quem sabe você não tenta? Mas com a pessoa certa, e sempre de camisinha, tá?

2 - Minhas amigas dizem que chupar não passa doença. Engolir a porra passa doença?
- Sexo oral pode sim passar doenças, como HPV, hepatite, e várias DSTs. Você fala muito na Aids no seu texto, e sim, pode pegar HIV no oral. Por isso, use camisinha, é mais seguro. Engolir o sêmen pode passar doenças justamente por que exige que se faça sem camisinha. O risco é menor que na penetração, mas também existe. Então não pense que está mais segura apenas chupando.

3 - Chupar desconhecidos é uma tara muito maluca?
- Existe uma prática chamada Dogging, não é muito comum, mas alguns casais e mulheres gostam de interagir com estranhos em locais específicos.

Mas tenha cuidado, leia mais sobre o assunto, e pensa na sua segurança em todos os sentidos. Sua saúde em primeiro lugar, e não vá se meter com estranhos por aí, sem a certeza de que alguém não vá fazer mal a você e seu parceiro.




 4 - CUIDADO COM FOTOS:
Não deixe ninguém filmar ou fotografar você, menina, pois você tem muitos parceiros, pelo visto.  sua paz pode acabar se colocarem fotos suas na internet.
Você mandou fotos para mim com seu rosto aparecendo, e acho que foram tiradas por garotos, né? NÃO FAÇA MAIS ISSO, não mande fotos suas para sites.

TODAS AS FOTOS POSTADAS AQUI são da internet. Eu JAMAIS posto fotos que revelem a identidade de um seguidor. Não mande pra mais ninguém, menina, e crie juízo.

Beijo da Baronesa.






9 comentários:

  1. Pode chupar tranquilha se for o MEU PAU, minha carioca linda kkk..

    Brincadeira ótima explicação Baronesa.

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. oi,

    Quando eu era novinha achava que sexo oral não tinha problemas com DSTs, por isso nunca usava camisinha. Graças a Deus nunca tive problemas de saúde. Faça sexo com amor, com tesão mas faça tb com camisinha.
    Fica a Dica

    Mayara
    mayara-rheis@hotmail.com.br

    ResponderExcluir
  3. Este relato me fez lembrar de duas pessoas.

    A primeira é de uma funcionária nossa que era virgem, vez em quando viajava comigo para fazer entrega de roupas, auxiliar na conferencia e acabamos ficando mais íntimos saindo muitas vezes depois do expediente.

    Em uma das viagens, na volta ela alegou sono, cansada (será ?) e em vez de baixar seu bando para dar um cochilo deitou no meu colo com a cabeça inquieta esfregando em mim.

    Fiquei na minha, deixando prá ver até onde aquilo iria terminar, estávamos a mais de 150 kms de nossa cidade, então muito tempo ainda prá ficarmos a sós, na estrada, noite.

    Mexe a cabeça prá cá, passa a mão nos cabelos, dá uma sutil alisada me despertando ainda mais, era nítido o páu duro em seu rosto, cabeça e mãos cada vez mais espertinha.

    Em uma freada forte e proposital ela quase deslizou para minhas pernas se segurando na minha cinta e alí ficou com a mão abrindo a fivela bem devagar, e daí prá frente foi tudo muito rápido, abriu minha calça e me abocanhou com gosto.

    Depois de um belo oral bebendo tudo, parei no primeiro motel que encontrei na estrada.

    Tomamos um banhão e fomos para a cama, mas para minha surpresa disse ser virgem e não poderia fazer, então tentamos a opção alternativa mas não teve como, nenhum lubrificante na mão e o motel tbem não tinha, então ficamos só no oral, mãos e dedos.

    Depois disso continuamos a viajar sempre e saindo várias vezes depois do expediente, nunca conseguimos fazer anal, sou meio avantajado e as tentativas ficaram entre lágrimas de dor.

    Não quis mexer onde poderia me complicar, então foi sempre gozo na boca e no meio das pernas, isso rolou por uns 5 anos, saudades desta pequena, na época 17 anos.

    A outra foi a alguns anos atrás, reencontrei uma amiga de infancia, casada.

    Fez questão de me apresentar o marido, que estava feliz por reencontrar velha amizade e vinha tbem com ele em minha casa facilitando ainda mais nossos encontros.

    Como ele bebe muito, maioria das vezes acabava apagando nos deixando a vontade para tudo, inclusive por algumas vezes transarmos ao lado dele que apagava na minha cama e esfregando meu páu em sua boca, era muito safada...

    Por muitas vezes passava aqui cedinho para tomar o leitinho da manhã antes de ir trabalhar, tinha as chaves de casa, acordei muito com ela do lado.

    Uma vez o marido chegou a sugerir uma festinha a quatro, joguei que tinha uma namorada na cidade ao lado que era certinha, não aceitaria e abominei sua sugestão, dizendo que tinha sua esposa como minha irmã e a respeitava muito, foi difícil segurar o riso.

    Gostei da tua recomendação de prevenir com camisinha mesmo no oral e com quase desconhecidos, afinal não sabemos, não conhecemos quem é...

    O gostinho mais picante é saber que nunca ainda passou por alí, que ao menos alí ainda tem o lacre do fabricante dando chances para a segunda opção, porta dos fundos...

    Bjus querida, logo mais te mando o relato com minha ex-esposa que te comentei em outra resposta, da mal amada kkk

    Té logo mais...

    ResponderExcluir
  4. Mostrar o rosto em fotos é uma cagada da porra!

    ResponderExcluir
  5. Eu era expert no boquete nos meus tempos de virgem saliente...

    ResponderExcluir
  6. Essa foto com a garota mostrando o rosto é de uma garota russa que faz vários vídeos.

    ResponderExcluir
  7. Sou uma mulher de 42 anos. Desde novinha sempre gostei de garotos mais velhos. Iniciei minha vida sexual ( aos 12 anos ) fazendo sexo oral com um garoto de 17 anos, que foi meu namoradinho por uns 3 meses. Aos 14 anos, um cara de 21anos, foi o primeiro que gozou na minha boca. Só fui perder minha virgindade aos 17 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu fosse seu marido, eu iria querer ouvir vc contando cada experiência sua, enquanto vc mamasse e mim e ficássemos nos beijando bem gostoso. E quando eu gozasse na sua boca, eu iria ficar mais excitado ainda, se vc estivesse com a boquinha bem melada...

      Excluir
  8. Tive várias namoradinhas virgens, mas que chupavam gostoso.
    Eu nem fazia pressão para meter com elas.
    Algumas aprenderam comigo a gostar de sentir eu gozar na boquinha delas para depois nos beijarmos deliciosamente.
    Sexo oral sempre foi minha tara e continua a ser até hoje.

    ResponderExcluir

Cada comentário contribui para a vontade de postar mais, e melhor. Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...