Pergunte pra baronesa: "Brincadeiras envolvendo sexo é perigoso"?


  Já que estou habituada com os moralistas de plantão, que preferem ignorar completamente que sexualidade é um assunto que envolve todas as faixas etárias, desde que com o respeito da seriedade em cada assunto, vou omitir partes do e-mail da amiga do MS que enviou essas perguntas.

Ela conta que ao observar sua filha de idade pré-escolar brincando com suas bonecas Barbie, notou movimentos e brincadeiras estranhas. Ela colocava as bonecas entre as pernas umas das outras, e simulava movimentos que pareciam com sexo.


 -"Ela nunca viu uma cena de sexo que eu saiba. Como pode ela saber que as coisas são assim? Fiquei assustada, pq ela não tem convívio com mais  ninguém além de mim. Nem meu namorado jamais fica sozinha com ela, o que descarta abuso sexual. Tenho medo e levar ela no psicólogo e acharem que ela sofre abusos, eu não sei a quem recorrer".
-"Eu conversei com ela, tentando fazer ela dizer o que pensava que estava fazendo e ela não explica aquilo. Diz que eles estão brincando, e repete os movimentos. Fico constrangida e com medo que ela faça isso na frente de alguém. E já vi ela se esfregando sozinha quando vê um certo ator na TV e fico horrorizada como ela diz que fica com 'uma coisa no corpo' quando vê o camarada. Eu não deixo mais ela ver novela".
 -"Isso é normal? Devo procurar um psicólogo? Será que não vou ser mal interpretada"?
(?


Querida amiga
Acho que você precisa sim conversar com um profissional, um psicólogo. Mas muito mais para dar uma verificada nesse seu temor absurdo de que sua filha sinta as mesmas coisas que você sente, do que por problemas dela. Sua filha é ABSOLUTAMENTE NORMAL. Crianças também tem sexualidade, e também se exploram. Algumas mais cedo, outras mais tarde, mas todos nos descobrimos sexualmente ainda crianças. Isso só precisa ser SAUDÁVEL.

Não acho que sua filha esteja tendo pensamentos eróticos com os bonecos. Ela nem tem ainda maturidade pra compreender. Provavelmente viu em alguma novela movimentos sexuais, e isso "marca" a memória infantil, pois está ligado aos instintos. E se você tem um comportamento muito repressor quanto a isso, marca ainda mais. Então cuidado com a forma como você está lidando com isso. A proibição poderá causar a ela mais curiosidade. Converse, seja amiga e companheira dela. Ensine o que ela pode e o que não pode fazer perto de outras pessoas. Simplesmente proibir cria na mente dela curiosidades que ela não precisaria ter nessa idade.

Você possivelmente sofreu com alguma anormalidade sexual em sua vida. Seja uma experiência ruim, seja frustração sexual com os homens em geral, seja algo mais grave. Sua filha aparentemente não. Então preocupe-se mais com você, amiga. Sua filha só precisa de orientação. E você, precisa perder o medo de buscar auxílio para compreender as coisas.

Não sei como você foi educada sexualmente, ou mesmo se foi educada sexualmente. Mas sugiro que cuide disso. Que se liberte um pouco da sensação de que sexo é sujo e perigoso. O meu sexo é sujo e perigoso. E você veio ao meu blog olhar coisas sujas e perigosas. Se fez isso, é por que algo na devassidão te atrai. E isso é compensação de algo. Então repito pra finalizar, o problema, aparentemente, é você. Sua filha só está brincando, e elegendo o tipo masculino que ela projeta como pai, e como homem ideal para reproduzir no futuro, quando for adulta. Isso é o início da fase do  "complexo de Édipo", de Freud.

Procure um analista, amiga, nem que seja só pra perceber que está tudo bem com vocês, e que só precisas te sentir mais segura.

Beijo, e qualquer coisa, me escreve de novo.

Baronesa.

Um comentário:

Cada comentário contribui para a vontade de postar mais, e melhor. Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...