Leitor Pergunta: "Minha filha se veste com sensualidade demais. O que eu faço?

Um leitor que acompanha o Blog me encaminhou um e-mail curioso, que inicialmente não queria que fosse publicado, mas que depois, de uma conversa longa, pediu que fosse publicado para compartilhar sua visão das coisas com outras pessoas.

Esse blog é voltado para compartilhar meus fetiches, e faço isso sem culpa. Mas acho que acabou se tornando também um canal de comunicação e desabafo entre pessoas que sabem que mesmo que sejamos fetichistas, somos pessoas sérias e comprometidas com a vida real, e em como lidar com as coisas mais perturbadoras que muitas vezes nos constrangemos de tratar em outros ambientes.

O amigo que identificarei como "Pai Zeloso", ou "PZ", a pedido dele, pede pra deixar claro que não tem qualquer impulso incestuoso, e que quer justamente a opinião de uma "tarada" como eu (não gostei do termo, mas se é assim que ele vê, eu respeito), por achar que posso ajudá-lo a identificar se sua filha tem algum problema de "sexualidade pereversa" (palavras dele), ou se corre riscos para a imagem e para sua integridade feminina por vestir-se assim.

 Ele começa o relato dizendo que a gota d'água foi recentemente, quando ele a viu arrumando-se para ir para a faculdade, em que cursa um dos semestres iniciais de Direito. 
-"Quando vi minha filha com aquela roupa curta parecendo que ia fazer ponto num cabaré eu achei que ela tava brincando. Me pediu a chave do carro e eu fiquei de cara quando ela disse que ia pra faculdade. Pensei que daquele jeito era festa, vestido inteiro curto e justo como uma vadia de rua, dava pra ver as calcinhas se ela se inclinasse um pouco pra qualquer lado. Eu me apavorei. Eu disse que se ela não colocasse uma roupa decente eu não dava a chave. Ela riu, disse que tava normal como todas as colegas, e que eu tava era desatualizado. Disse que se eu não emprestasse o carro ela ia de ônibus daquele jeito mesmo, como as colegas faziam. Ela se manda, estuda muito e é caprichosa com os estudos. Acabei cedendo e dando a chave do carro. Mas comecei a observar, e ficar assustado".

* Bom, querido PZ, como te falei no e-mail que trocamos, bem no fundo, ela tem razão.
Foto ilustrativa na internet
 A verdade é que, infelizmente, ou felizmente, vai saber, as coisas não são como eram no "nosso tempo". Sou mais jovem que você, e mais alguns anos minha filha terá a idade da sua. E sei que há muitas diferenças entre as gerações. O que era vulgar na geração de nossos pais, na nossa era moda. O que era na nossa, está comum para as nossas filhas.

Foto ilustrativa na internet
Mas é claro, existe um limite, e sua preocupação é pertinente. Elas vão às festas vestidas como se sentirão atraentes. E a sensualidade entre as jovens de hoje é um dos elementos mais importantes. Então, isso pode parecer vulgaridade aos nossos olhos de pais.



Foto ilustrativa na internet
 Acho importantíssimo pensar na segurança de nossas meninas. E você está certo nisso. Frequentar lugares seguros, frequentados por pessoas de bem, seria o ideal. Mas como saber, não é mesmo? Só tem um jeito. SENDO PARCEIRO DE SUA FILHA.
Ela vai se abrir com você se confiar em você. Mas você também precisa confiar nela e na educação que deu para ela. E as roupas, pense bem se são tão diferentes das meninas que a cercam. Ainda mais que já são universitárias, e não são bebês.


Foto ilustrativa na internet
Acho que você fez bem em emprestar-lhe o carro, pois ela estaria muito mais exposta no ônibus. Mas esteja também seguro de que ela está pronta para o sexo, como toda a jovem deve estar, orientada, em dia com a gineco, ciente de riscos, interada sobre a contracepção, e familiarizada com a camisinha. É importante para a saúde, para a felicidade dela, e para seu sossego como pai.
Afinal, você sabe que a fez para o mundo.

 -"Você, que é uma mulher claramente tarada, acha que minha filha pode acabar se tornando uma mulher vulgar no futuro? Devo tomar uma medida mais séria? A mãe dela é até meio perua, mas nem se compara no comprimento das roupas. Se ela se tornar uma mulher como a mãe dela é, eu já fico feliz. É uma boa mulher, só que parece não dar a mesma importância que eu dou pra esse comportamento da filha".

* Acho que sua mulher é mais "para frente" do que você, PZ. E eu não sou tarada! Mas te adianto que o jeito de se vestir nem sempre é um indício de comportamento. Pois sim, sou capaz de ser intencionalmente muito vulgar, pois mais de uma vez já estive dentro de uma calça jeans sem graça e uma blusa simples, dentro de um ônibus, sentada desconfortável pelo tamanho do membro do desconhecido com quem fiz sexo anal instantes antes, já paquerando um novo desconhecido com quem uma hora depois estava fazendo mais sexo anal (graças aos céus, com um pênis bem menor, de tamanho normal), antes de ir pra casa fazer amor com meu marido e fazer o jantar para minha filha. Sim, eu sou devassa, de calça jeans. Então não julgue sua filha por um vestido curto.

Eu vi o perfil que você me mandou no facebook (recomendo que você não mande para nenhum outro site, existem muitas pessoas maldosas capazes de expor você), e achei sua esposa e filha lindas, e muito centradas. Não vi nada demais como você falou. É um homem de sorte, e ainda mais especial por se preocupar tanto com sua família. Mas relaxe um pouco. Acho que você e sua esposa fizeram um bom trabalho. E se eu tivesse as pernas lindas que elas tem (sou baixinha demais para ter pernas tão longas!), também exploraria bem os vestidos e sapatos que elas usam (e acho que até compartilham, né?). São lindas.



 Então, querido, se tem uma coisa para dizer sobre as jovens mulheres dessa geração que vem para nos substituir, é isso. Elas são muito sensuais. Sabem disso, e querem ser assim. Acostume-se.
Foto ilustrativa na internet

E é isso, amigo PZ! Obrigado pela confiança, espero que você seja muito feliz e livre-se dos grilos!
Se precisar, estou sempre à disposição através do e-mail baronesahungara@gmail.com

Beijos da Baronesa!

9 comentários:

  1. Que postagem linda. Começou baseada num preconceito comum a nós, homens, mas terminou de forma educada, gentil e esclarecedora sem deixar de ser (por que não?) sexy.

    É realmente um desafio nos livrarmos de certos padrões de pensamento. Obrigado pelas palavras, Baronesa. Você tem o meu respeito!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns por seu esclarecimento,educação e respeito pelo outro.Sua resposta é magnifica, para muitos pais que continuam querendo proteger o que não está protegido se não houver respeito por eles mesmas os filhos!

    ResponderExcluir
  3. Olá Baronesa, fico muito contente pelo seu retorno e com a bola toda pelo que vejo!!!
    Acho que apesar de polêmico o assunto DEVE ser discutido, e infelizmente quanto maior a diferença de gerações, maiores são os obstáculos.
    Sou a favor do "quem vê cara não vê coração" ou melhor "não é a roupa que faz a puta".
    Acho que você já disse tudo, mas tem outro ponto que quero tocar.
    Se a filha do "PZ" for mesmo uma putinha, uma vadia de faculdade como tantas por aí, ela deixará de ser sua filha? Deixará de ser amada? Prefere vê-la triste, recatada e reprimida ou feliz, puta e devassa?

    ResponderExcluir
  4. Em partes concordo contigo Baronesa, o que era vulgar para nossos pais se tornou normal hoje.
    Creio que seja efeito pós Geyse Arruda que ganhou fama depois do fato na universidade, que muitas anônimas pensam e tentam se espelhar em busca do sucesso como ela.
    Minha filha tem 24 anos, universitária e namorando sério, fica mais na casa do namorado que na sua tbem com ele, ela mora com a mãe e marido.
    Mas de outro lado como pai sempre tentamos fazer de nossas filhas meninas certinhas, comportadas, mas adoramos ver as ousadas na rua, dois pesos e duas medidas, concorda ???
    Umas se vestem assim por apenas gostarem, chamarem a atenção e outras com segundas intenções, complicado perante aos olhares dos pais mas prazeiroso para nossos olhares.
    Em outros tempos conheci meninas que iam para o colégio com roupas comportadas mas levavam uma troca bem mais ousada para usar depois das aulas, coisa que não acontece com a em questão, menos mal.
    Tem mães que sensualizam as filhas ainda muito jovens com roupas mais ousadas, como que as precocemente preparando para sedução ou algo mais, vi muito isso.
    Então, o que ele tem a fazer é aceitar e, se possível a orientar nos cuidados como vc tbem comenta na postagem e que ela seja sexualmente feliz.
    Faltou vc comentar como agia, se vestia quando universitária, seria interessante falar disso.
    Não muito a opinar e somente comentar.
    Abraços
    R.N.

    ResponderExcluir
  5. Um bom blog como este deveria ser mais comentado.

    Parabéns pelo post, você tratou com respeito e tolerância alguém com uma visão oposta à sua, o que é muito raro atualmente. Só não foi perfeito pois faltaram fotos ilustrativos da filha, para uma avaliação mais adequada.... (perdão, testosterona assumindo o controle aqui)

    ResponderExcluir
  6. Acho que é melhor o amigo ir se acostumando, essas gerações atuais são assim mesmo, a sensualidade é parte do senso estético como um todo. E digo que a maioria nem mesmo leva pro lado sexual, são mais estéticas do que comportamentais mesmo. Mas se forrem curtir safadezas, tou pra dizer que sentar, relaxar, e aprender a curtir! heheh

    ResponderExcluir
  7. Uau! eu sonho ter uma namorada que adore se vestir assim... e que seja bem facinha!!!

    ResponderExcluir
  8. Postagem muito sábia e coerente. E não digo isso da boca pra fora, pois eu também tenho filha, e as mesmas preocupações do que o nosso amigo PZ. Parabéns, Baronesa, seu blog é fantástico, e como disse o Camaleão aí em cima, você é digna de todo nosso respeito, e acrescento: nossa admiração também. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Normal sua preocupação. E sim, concordo quando é dito que o tipo de roupa não define o quão 'devassa' sua filha vai ser no futuro. Comecei minha vida sexual bem cedo, fui (e sou) muito devassa e quem me vê na rua diria, na maioria das vezes, que era a mulher mais "séria" do mundo. Beijo

    ResponderExcluir

Cada comentário contribui para a vontade de postar mais, e melhor. Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...