Vou partir seu coração


Não costumo fazer homenagens. Mas hoje, algumas coisas me fizeram lembrar do quanto devo grande parte de minha felicidade a ele: O homem que tanto traio.

Como se fosse ontem, lembro da primeira vez que te contei parte de tudo o que já fiz. Sabia que ia partir seu coração. Sabia que ia ferir, magoar você. 


Sabia que seu coração iria doer, e que em parte, seu corpo iria excitar-se. Afinal, eramos muito jovens, muito mesmo, quando pela primeira vez vi nos seus olhos, a mágoa em ver diante de você, outros meninos da escola, me bolinando, e sob meu imaturo consentimento, usando meu corpo para se satisfazerem.




 E vi amor nos seus olhos quase infantis, e paciência para esperar que eu virasse mulher. E anos depois, SUA mulher.

Eu sabia que você iria chorar, mesmo sabendo de meu passado, também parte do seu. Sabia que quando eu dissesse que não mudei, que ainda sou a mesma menina que só sente verdadeira satisfação quando vê uma fila de machos gradativamente ir diminuindo após terem se satisfeito no meu corpo, no corpo da mulher que você ama, você iria sofrer. Ainda assim, quero você do meu lado.

Sabia que algo em você iria excitar-se. Afinal, escolheu ainda menino ser sempre o último da fila. Ainda que não voluntariamente, pois na verdade, queria ser o que "cuidava de mim". E o único que realmente me fazia carinho.

Por isso, naquele dia, escolhi o chuveiro para te contar. Sabia que você iria chorar. Preferia não ver suas lágrimas, nem seu olhar constrangido.



Sabia que seu corpo iria responder, e senti seu membro carinhoso ficar rígido na minha mão. Também senti ele amolecer quando os detalhes eram duros demais pra você, e seus soluços aumentarem. Mas as palavras certas, ainda que duras e traidoras, ainda fazem seu tesão subir. Conheço você. Mais que a qualquer homem que já passou por entre minhas pernas. E olha que foram muitos. São muitos. Serão muitos. E você talvez nunca venha a saber de um décimo deles.

Nem do quanto eu os desejo.

 E minha homenagem singela, que sei que você também jamais verá, pois não lerá essa postagem, é para aliviar um pouco meu coração. Por todas as coisas que não digo, e não direi. Mas que no fundo, você sabe.

Pois foi lá, tanto tempo atrás, que você me escolhei assim. Fêmea muito mais que você é capaz de ser macho. Infiel, muito mais do que você é capaz de suportar.

E jamais terei como confessar tudo o que fiz. Nem conseguiria lembrar de todos os homens que usei e por quem fui usada. Alguns nunca soube mesmo o nome, outros tantos nem vi. Mas certamente jamais esquecerei.

E era isso. Obrigada pelo orgasmo em minha mão, chorando no chuveiro, quando me fiz verdade nos seus ouvidos. Obrigada pelo amor dolorido que vem desde nossa infância, e que quero levar para nossa velhice. E obrigado por me perpetuar. E por me amar tão mais do que amo você. E olha que o amo muito. 


7 comentários:

  1. Que lindo!! Linda homenagem pro corno, quase chorei também, de verdade mesmo!! Parabens por ser tao infiel e nao negar isso!!

    ResponderExcluir
  2. Não sou corno, tenho uma namorada linda e gostosa sem exagero. Tão gostosa que de algum tempo pra cá sinto vontade de dividi-la com machos, ver ela sentando numa pica e gemendo gostoso, já me masturbei muito imaginando essa cena, mas é um sentimento que vou levar comigo, espero que essa fase passe. Enfim, passo horas vasculhando esse tipo de blog e nunca li algo tão bonito sobre o assunto. souzathiagogyn@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Belíssima confissão de uma mulher de verdade.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo teu sentido desabafo.
    Pela tua grande coragem em descrever esse teu lindo sentimento!

    ResponderExcluir
  5. Nossa que linda confissão/homenagem. Não se vê textos assim, tão belo em outros blogs do gênero. Sempre muito bom ler seus textos.

    ResponderExcluir
  6. Como gostaria que essa linda confissão fosse da minha esposa. Saber que ela já foi usada e abusada, assim como usou e abusou de incontáveis machos entre suas pernas, me faria o homem mais feliz do mundo. Saber que compartilho ela com qualquer macho é um sonho distante, ainda. Saber que não sou exclusivo, que sou o último da fila, o último em quem ela pensa que saciará seu apetite sexual, é meu mais ardente desejo.
    Quero e desejo muito ser o maior corno manso que já existiu.

    ResponderExcluir
  7. http://amandamoor.blogspot.com.br/

    Amei o post. Sinto essa vontade de contar tudo ao meu corno, mas ainda não me sinto preparada. por isso criei o blog para dividir com quem entende meus desejos.

    ResponderExcluir

Cada comentário contribui para a vontade de postar mais, e melhor. Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...